quinta-feira, 22 de agosto de 2013

(SNES) Mega Man Soccer



Mais uma criação abominável e horrenda usando o pobre nome de Mega Man na capa... Sério, já não bastava o Rockboard, consideraram necessário fazer um jogo de futebol?! Confirmo assim que a Capcom já não batia bem das bolas há muito tempo.

Mega Man Soccer foi lançado em 1994 com o objetivo de misturar o garoto robô e sua turminha em partidas emocionantes de futebol, tentando agradar o público fã da série, mas tudo o que conseguiu foi um passe livre para o limbo das mediocridades, visto que teve muitas críticas em relação a essa mistura doida e sua jogabilidade.


Pelo o que parece, a história de MMS se inicia em uma partida de futebol televisionada em que Dr. Wily invade e substitui os jogadores pelo seus Robot Masters. Mega Man, junto do Dr. Light e Roll, estavam assistindo a partida bem na hora que isso aconteceu, decidindo assim entrar em ação para pôr fim ao plano de Wily. Isso é só a introdução do jogo, depois disso não há mais nada, nem um final próprio (apesar de ter ouvido falar que há uma espécie de final que precisa de códigos para ativar, parece que não é lá grande coisa e não influi em nada).


No menu, há a possibilidade de escolher vários modos como: exibição, torneio, ligas e o "Capcom Championship", sendo capaz de jogar sozinho ou com amigos contra o computador ou contra si mesmos. É possível escolher a formação do time e quais robôs irão fazer parte do time, podendo escolher Mega Man, Proto Man, os Robot Masters dos jogos de I à IV e Enker de um dos jogos de Game Boy. Cada personagem tem seus status, sendo decisão dos jogadores escolher os que acharem melhores e colocando-os nas posições desejadas.


As partidas e os controles em si não se diferem dos outros jogos padrões de futebol do SNES, salvo a possibilidade dar um chute especial, com Mega Man e os demais podendo dar chutes poderosos com seus próprios poderes, lembrando as habilidades usadas por cada personagem nos jogos títulares da série. E sobre o manejo do controle, ele é lento e um pouco duro, tornando um pouco complicado de se comandar o time. Os campos são baseados nas telas dos Robot Masters, com as escolhas em um tela principal que também lembra a famosa tela de seleção do Mega Man clássico.



Os gráficos são bons, detalhando os campos e os personagens bem, mas a música não é lá grande coisa, tentando pegar o toque do jogos da série e transformando em músicas animadoras genéricas para dar ênfase no tema de futebol.


Olha, vai por mim, vale mais a pena pegar um jogo normal de futebol do SNES para se divertir que pegar isso, não estaria perdendo nada. Do mesmo jeito que o Rockboard é para Monopoly, Mega Man Soccer é um  jogo de futebol bem do mequetrefe com a imagem do Mega Man para atrair as criancinhas que gostam tanto do esporte quanto do robôzinho azul, mas que não possui nada de interessante e só serviu para tentar arrancar mais dinheiro dos fãs na época.


Um comentário:

  1. Super Nitendo talvez seja o console com mais jogos alternativos da historia .

    ResponderExcluir