sexta-feira, 13 de setembro de 2013

House of Tarot a.k.a. Tarot no Yakata





Ih ê-ê uh... Outro jogo di tarô nas plataforma japônica, uh uh! ‘Cê pensanu que Taboo pru nintendinhu era único, esses caboclo ladraum dus isteiti robaru as idéia deles ih-ih uh... Só qui aqui a parada é forte, oxalá! Tem um bafomé nu fundo da capa e uma fadinha desincarnada, misifi! U mais ingraçado é o nome nas formalidade japas só qui na própria caixa e jogo diz House of Tarot. Num pode assumi dois extremo, pra tu vê cumué qui eles mexe com todas as entidade feito filhu rebelde, mas chega di papo furado ê-ê uh uh! 




Começa avistanu uma casinha jardinada provavelmente socada entri os é dificil gigantão qui tem lá nu japao, e tamem aqui, misifi uh-uhu-hihi, aí tu entra lá. Acho um lugá muito pesado pra tu mexe misifi. Escolherdes um arcano dus mais ecandaloso pussivi memo eles fazenu os mesmos trabalhu ih ih uh ee. Escolhe a ordem das carta todas postas num pentagrama riscado na mesa misifi. Se usa pentagrama só pode cê pra se trancar os encosto, eh-eh uh, aí vão pertubá coisa ruim só pra sabê do tempu insoilarado e quem vai ser o seu principi, garota? Cuidado na hora das amarração cum entidade qui num deve mexê, dá merda depois, misifi. 



No final vem discrição de cada carta escolhida i despoi falam que tu vai morre num acidente di carro ou que tu corre perigo misif, tua melhó amiga vai ti jogá acidu na cara, eu num sei lê os deseinho, cumué qui vô sabe o que tá iscrito se tá tudo em chinês. Aí volta pra tela di titulo, pior meu nego, foi a Sega qui fez o jogo, purissu si deram mal do 32X em diante, misifi, fica mexenu com o qui nu deve, agora precisam fazê mil Yakuzas e jogueti cum a nintendu, jogue só mente se estiver no kumon, misifi, pra lê os pacto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário