domingo, 22 de setembro de 2013

Binyu Hunter



Não tem nem caixa!

Clone daquele arcade Nam-75 e do  Wild Guns do Super Nintendo, porém a mira e recarga da arma foi reajustada pro mouse, escolha mais que adequada por se tratar de um jogo de computador, o mais suspeito é ele ter saído poucos meses depois do jogo da Natsume...



Binyu Hunter safadamente tenta agradar a qualquer custo o nicho japarenga que usa esta máquina, entupindo de diálogos dispensáveis, traço anime e recompensa o sujeito entre as fases permitindo ele “fotografar” modelos hentai usando uma máquina fotográfica, porque qualquer coisa pro PC-98 obriga nudez ou putaria gratuita, mesmo que seja um shooter numa realidade cyberpunk repleta de robôs assassinos.

Se não dormiu entre aquelas historinhas bobinhas, você movimenta a “caçadora de recompensa” pelas setas, apertando rapidamente elas e concede aquela cambalhota do Wild Guns, o resto é o mouse que dá conta do recado, botão esquerdo pro tiro e qualquer ação e o direto pra recarregar a munição restrita a 10 tiros.



Os gráficos estão bacanas, permite também destruir parte dos cenários, havendo duas barras mostrando a sua energia e a outra dizendo o progresso das matanças de inimigos, quanto mais inimigos forem eliminados, mais a barra gráfica paralela a sua vida vai baixando.



Os inimigos variam, uns voam, outros atacam de longe, jogam granada e levam um certo tempo pra te acertarem, como 10 tiros faz pouca coisa e você tem pouco tempo pensando em recarregar, o ideal é esvaziar o cartucho numa das breves pausas e assim ficar logo com 10 novas balas, atenção também pros transeuntes tentando escapar dos tiroteios. 



Vencendo o tiroteio, acontecem ceninhas contendo diálogos chatos intermináveis, vem então a sessão pra fotografar ninfetas randômicas podendo visualizar as fotos na opção álbum de fotos, mas somente após gravar o jogo.

Ele é curtíssimo, ganha uma esticada por causa das baboseiras espertas dessa empresa que criou apenas 2 jogos! Destoa entre os tantos adventures adultos que também descamba pra esse lado chanchada.

Acho que é mais difícil achar a rom do que procurar um fígado na Internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário