sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Arthur to Astaroth no Nazo Makaimura: Incredible Toons



Puzzle da Capcom de 1996 misturando a mecânica da famosa série de jogos de computador The Incredible Machine com os personagens de Ghost 'n Goblins (Makaimura para os nipônicos, algo como "Vila do Mundo dos Demônios"). Para quem não conhece o jogo cuja mecânica foi chupinhada licenciada, só lembrar daquele brincadeira aonde se posicionam itens dados pelo jogo na tela de uma forma que cumpram com o objetivo da partida, como aquelas engenhocas MacGyver vistas em desenhos como Tom & Jerry. Se não sacaram, que procurem no Youtube ou no Google para saber, não vou ficar citando mais uma tonelada de nomes e explicações, vagabundos informatizados.


Indo direto ao assunto, há a versão do Sega Saturn (a utilizada para essa análise) e a do Playstation 1. Em ambas é praticamente a mesma coisa, até a história é a recorrente em qualquer jogo da série em questão: a princesa é capturada por Satã a mando do demônio mór Astaroth, precisando que o herói cavaleiro atrapalhado Arthur  ao resgate. Depois disso, tudo se resume aos ditos puzzles que vão aparecendo em sequência ao terminar cada um até que se chega ao final do jogo.


Os gráficos não são lá grande coisa, mas também é um puzzle bem do simples, então não pede por grandes exigências. As músicas no jogo espelham as trilhas dos jogos da série, principalmente aquela famosona do cemitério.


Não esperem muita coisa disso, é só mais um dos milhares de "caça-níqueis" vagabundos da Capcom que se aproveita de alguma sensação do momento e mistura com as suas franquias, sem falar que é um jogo que pode se tornar bem enjoativo para quem não tem muita paciência de jogar puzzles como esse. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário