sexta-feira, 12 de setembro de 2014

4 & 5 in 1 - Sega Arcade Classics



Voltei já malhando um título tosco, exceto pra quem tem um Playdia em casa e placas de fliperama, um ser sem vida casado com a primeira rameira que nem na zona teria sorte, só pra dizer ser um nerd bem sucedido.

Qual é o motivo de falar duma coletânea? Não, não vou aproveitar pra falar dos jogos vindos nelas, mas da ideia. Pensem, se é que podem: Existiam duas versões, ambas vendidas junto das contínuas atualizações do Sega CD. Pegavam uma mídia de 700 mb ou mais, provavelmente um balzaquiano sem muito o que fazer virá puxar os pentelhos todos do meu saco citando o espaço certo. Não me importa, era coisa pra caralho praquela época.

Metem 4 jogos numa edição; 5 noutra, chamando de 'classics arcade'. Até entendo o Golden Axe, Super Monaco GP ou mesmo essa porra do Collumns junto, realmente vinham das maquinas de rua, embora nas suas devidas limitações. Mas... Streets of Rage? Revenge of the Shinobi? Podiam então meter outras bagaças dela em cd adaptadas tanto de arcade quanto home, tipo E-Swat, aquela tranqueira do Altered Beast, Sonics, caberiam facilmente no disco e ainda criaria alvoroço na corja em jogar toda essa lista numa única mídia.

Quem fosse pobretão ou insensível ao periférico, de certo permaneceria com os seus cartuchos mesmo. Cabe lembrar que é um dos primeiros registros de marotagem da Sega, babenta em praticar a mesma ação com suas coletâneas covardes para o PC, para o Dreamcast, PS2, X-Box, bah, entenderam. Serviu de escola pras 'Playmores' da vida entre outras no soro hoje em dia. 


As vezes tudo mal portado, ou pesado demais para jogos leves que eram. De um tempo onde podiam enganar geral pondo jogos contendo kbs em discos de 700 megas.

Talvez esteja rabugento, talvez devesse ser mais grato por umas mendicâncias assim. Melhor do que meterem logo todos os jogos, todos bem portados, ou quem sabe REMIXADOS. Ah! Que palavra engraçada! Mas é, dava sim pra lustrarem um pouco mais esses jogos aproveitando os recursos dessa banheira escrota talvez resgatando outras tranqueiras dos flipers afundadas no esquecimento.

Coletâneas básicas pra quem comprou o Sega CD, talvez tenham ficado lisos na época. Mal devia saber o incalto sobre a compra ser vã. Jogos clássicos da primeira leva do Genesis, totalmente manjados pro momento em que saiu o periférico leitor de CD. O pessoal na época ansiava pelas novidades, as sequencias desses sucessos, e deviam mesmo querer esse material da prateleira de desconto... Parem com o anacronismo de achar a coletânea justa! Só porque ambiciona ter todos os discos do sistema ou porque baixa isos da internet. Fica a reflexão doida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário