domingo, 22 de maio de 2016

Super Dodge Ball



Essa franquia sempre ficou nos bastidores dos jogos nipônicos. A influencia de seu primeiro título para a criação de Double Dragon é brutal. Tempos depois com beat n' ups mais atraentes na ideia, os episódios de Kunio-kun terminaram no lado B dos catálogos. O suposto fator para a franquia ter resistido bem a indolência dos jogadores talvez parta dos subprodutos muito competentes, mesclando esporte com a selvageria rebelde, elemento certeiro para causar interesse nessa modalidade de jogos eletrônicos bem mais ignorada.

Dentro da linha esportiva Kunio-kun, a mais chamativa era a dos jogos de queimado, mais parecendo o "porrado ball" jogado com a galera na escola ou nas ruas quando geral cansava de fazer dos chinelos luvas de goleiro. No review de hoje mostraremos um remake do NG mais fodão caso seja comparado ao original também de fliper. Por ser parte do catálogo Neo Geo, a Technos funde o estilo luta com o jogo de queimado, isso potencializa absurdamente a vontade de jogá-lo.


Escolhe um dos 7 times e você precisa eliminar todos os 3 adversários ou ter mais HP antes do Time Over. A lança a bola, B agacha, C pula e D finge jogar (útil somente nas primeiras). Pode dar dois toques pra direita ou esquerda para correr, podendo ser combinado com os demais comandos. A+B concentram o ataque e permitem mandar o especial ao encher a barra de POW. O comando de shoryuken sem a bola permite contra-atacar o lance. Os ataques mais fulminantes são feitos estando com a bola e fazendo hadouken ou shoryuken. O fatal só é feito pelos capitães, permitidos entrar pro teu time quando a equipe adversária perde. Esses ataques finais são feitos fazendo 180º numa das direções e mais o botão de ataque.


Você pode entrar na quadra adversária e atirar a bola nos vagals, mas fica totalmente vulnerável aos ataques, se cair é pior, vão combando até se cansarem. As vezes o controle da bola é disputado e será obrigado a dar um tap rápido de ritmo igual. As melhores estratégias são a de mandar hadouken ou shoryuken frações de segundo antes de parar no terreno inimigo. Ou ficar repassando a bola pros companheiros derrotados nas beiradas do lado  rival.

Os personagens puxam os estereótipos máximos do Nipão: o protagonista invocado, o Ashita no Joe do sucatão, o yakuza, a machona, o rockabilly, o motoqueiro com ar kamikaze, as "gal idols" e até Shoko Asahara como final boss. Merece o posto. Além de encher o saco da ilhota e aporrinhar russos, seus seguidores dementes arrancam dinheiro e favores dos outros em lives e possuem total desprezo pela Sega ou tentam varrer a herança decadente muricaner questionando também a sua tara por moluscos.


Diversão garantida pra um jogador ou mais! É um dos raros jogos no 'Negão' fora os títulos medalhões que prestam além de ser uma das poucas coisas desportivas interessantes. Joguem essa porra! Selo Cucamonga!

7 comentários:

  1. '' Merece o posto. Além de encher o saco da ilhota e aporrinhar russos, seus seguidores dementes arrancam dinheiro e favores dos outros em lives e possuem total desprezo pela Sega ou tentam varrer a herança decadente muricaner questionando também a sua tara por moluscos.
    ''
    Não entendi ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que isso foi uma indireta a um devido grupo do facebook que apunhalam a empresa pelas costas. Um grupo onde se tem apenas nintendistas e um pseudo ditador que dita regras sobre o que é certo e errado. Essa briga por empresas realmente é uma babaquice que vários haters aproveitam pra se vangloriarem, fora que mesmo você apresentando fatos reais sobre tal jogo/serviço a pessoa ainda consiste em ignorar toda a veridicidade do apontamento e continuam a hatear.
      O DocCucamonga pode explicar melhor pra você as intenções desse trecho.

      Excluir
    2. Deixei o texto vago propositalmente só pra criticar a postura desse grupo hater, onde o cara além de se parecer com o Shoko Asahara tem postura parecida e é adorado por alguns como deidade.

      Excluir
    3. No caso quem aporrinha o Japão e Rússia é o Shokito, os "seguidores" já são os nintendistas chatões que misturei no texto pra zuar.

      Excluir
  2. Que saudade desse jogo, eu brincava disso na 3 série do primário!
    Não sabia que era um tipo esportivo conhecido no Japão, tanto ao ponto de ter jogos sobre!
    E olha que eu brincava disso lá em 198X.
    Neste caso preciso jogar por razões totalmente nostálgicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse jogo saiu pra tudo quanto é console, teve até edição pra DS, só que essa mais combativa é exclusiva pro NG.

      Excluir
  3. Eita, esse eu não tinha, porque tem um jogo com o mesmo o nome que é meio feinho, aí achei que o segundo da lista era igual e passei direto, baixando agora.

    ResponderExcluir