domingo, 21 de junho de 2015

DownTown



Outro sobre briga de rua programado pela impopular Seta, reapresentado nos EUA pela Romstar. Devo dizer que ele é muito competente! Fizeram questão de detalhar bem a experiência toda da obra, até demais! Se for ver, pelo fato do controle ser desnecessariamente complexo. Você rotaciona o brigão no lugar de uma movimentação padrão de jogos vistos por cima para então escolher atacar usando socos ou pontapés. 


A história é uma animação rápida sobre um aparente agente da lei pegar no flagra um conchavo policial com bandidos, agora o sujeito atravessa distritos inteiros de NY enquanto treta contra todos. Como afirmado, o jogo todo é visto do alto, talvez o primeiraço nessa ideia enquanto bate nos outros. Regra bem o uso de seus golpes contando com muitas armas no tocante: Tacos, latas pra rolarem sobre a canela dos outros, rifles...

As fases subdividem-se em algumas esquinas e depois mostra num mapinha da cidade o progresso do brigão. Os inimigos caem naquela mitologia clichê dos punks, skinheads, vadias na TPM e incluem cachaceiros cuspidores de fogo junto a policiais usando pistolas valendo-se de carros para atropelarem os outros, as vezes automóveis comuns exercem o mesmo papel, lembra muito os primeiros Grand Theft Auto.


Curtam este beat n' up das primeiras levas do tipo, apresenta ideia diferenciada, violência, capricho na ambientação incluso uma trilha sonora marcada pelo som dos filmes oitentistas sobre vigilantismo. Quase um Double Dragon jogado no ângulo de um urubu. 

Um comentário:

  1. Me lembrou um pouco os primeiros GTAs, mas com um gráfico melhor.

    ResponderExcluir